BELO HORIZONTE É CONTEMPLADA EM EDITAL DO MINISTÉRIO DA CULTURA E TERÁ CONSULTORIA PARA CANDIDATURA DE CIDADE CRIATIVA DA GASTRONOMIA PELA UNESCO

0
4

Belo Horizonte ganhou mais força para conquistar o título de Cidade Criativa da Gastronomia pela Unesco. A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Belotur, inscreveu a capital mineira no edital do Ministério da Cultura (MinC) que dá às cidades ganhadoras consultoria para elaboração do dossiê que será entregue à Unesco. Das 24 inscritas, Belo Horizonte ficou em 5º lugar, com 79,25 pontos, e foi contemplada juntamente com 14 cidades. A candidatura de Belo Horizonte como Cidade Criativa da Gastronomia pela Unesco foi lançada oficialmente na última terça-feira, 16/10, pela Belotur. A previsão é que o resultado saia em outubro de 2019 e a capital mineira terá como embaixador o premiado chef belo-horizontino Léo Paixão. O anúncio da candidatura foi feito no encontro “Cidades Criativas: Turismo e Gastronomia”, evento promovido na sede da Prefeitura. Além de auxiliar na elaboração da candidatura, o edital visa estimular a elaboração de planos de desenvolvimento que impulsionem a economia criativa nos municípios brasileiros, tenham a cultura como base e contribuam com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) previstos na Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU). Para integrar a rede, a cidade deve preparar um dossiê, que passará por processo de seleção realizado pela Comissão de Avaliação da Unesco. A candidatura deve demonstrar, de forma clara e prática, a disposição, o compromisso e a capacidade da localidade em contribuir com os compromissos da Rede. Deve apresentar um plano de ação realístico, incluindo detalhamento de projetos, iniciativas e políticas a serem executadas nos quatro anos seguintes à admissão ao Programa. De acordo com o presidente da Belotur, Aluizer Malab, esta é uma das ações que integram o Programa Municipal de Turismo Gastronômico, elaboradas estrategicamente pela Belotur com o apoio técnico da Comissão de Gastronomia da Prefeitura de Belo Horizonte, do Conselho Municipal de Turismo (Comtur) e da Frente da Gastronomia Mineira. A iniciativa busca colocar a gastronomia da cidade como fator de competitividade entre os destinos turísticos nacionais e internacionais. “É importante ressaltar que Belo Horizonte já está ganhando com todo o processo da candidatura, com troca de informações, integração da cadeia produtiva e profissionalização de todo o setor gastronômico da cidade. A candidatura reforça o projeto de cidade que estamos construindo, mais sustentável e que valoriza o que é produzido aqui. Por isso, vamos montar esse dossiê de candidatura e apresentar tudo o que temos, desde a infinidade de festivais, até a força do nosso café, da cachaça, da cerveja, dos restaurantes”, afirmou Aluizer Malab – Secom.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here