AMBULANTES QUE VÃO TRABALHAR NO CARNAVAL PODEM RETIRAR AS CREDENCIAIS A PARTIR DESTA QUARTA-FEIRA, 6/2

0
14

A partir desta quarta-feira (6/2), a Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Belotur e da Secretaria Municipal de Política Urbana, começa a distribuir as credenciais para os ambulantes cadastrados para trabalhar no Carnaval de Belo Horizonte 2019. A etapa de entrega de credenciais acontece até o dia 10 de fevereiro. No momento da entrega, também será realizado um treinamento com orientações sobre as regras para atividade comercial nos dias de folia. A retirada das credenciais ocorrerá no horário das 8 às 17h, no Largo da Saideira (avenida Cristiano Machado, 3450, bairro União). Confira a convocatória publicada no Diário Oficial do Município, no portal da Prefeitura. Os ambulantes cadastrados podem comparecer em qualquer um dos dias do período de credenciamento para a retirada do documento. O atendimento será feito por ordem de chegada, mediante apresentação do número de protocolo entregue na inscrição e de documento original com foto, sendo este último indispensável. Caso o ambulante não possa comparecer em nenhum dos dias, poderá enviar um representante, desde que a pessoa esteja portando documentos originais de ambos. A credencial, pessoal e intransferível, dá ao ambulante o direito de circular pelos desfiles de Blocos de Rua, desde que o profissional respeite as normas descritas no edital de chamamento, divulgado em 22 de novembro de 2018. Entre as regras exigidas para exercício da atividade, está a proibição de venda de alimentos, bebidas fracionadas e em recipientes de vidro. Assim como nas edições anteriores, a expectativa da Belotur é de que o credenciamento contribua para a movimentação financeira da capital durante o Carnaval, além de ser uma oportunidade de geração de renda para as famílias dos ambulantes. Perfil dos ambulantes cadastrados – A PBH cadastrou 13.111 pessoas para trabalhar como ambulante no Carnaval 2019, um número 36% maior que o do ano passado, quando 9.618 foram cadastrados. Em relação ao gênero, homens representam 52,9% dos cadastrados, enquanto as mulheres são 45,9% do total de 2019. A faixa etária com maior representatividade entre os ambulantes vai de 30 a 59 anos, com 64,3%, seguida do intervalo de 18 a 29 anos, com 29,4%. Os trabalhadores com mais de 60 anos compõem apenas 6,3% dos cadastros. Quanto à escolaridade, a grande maioria dos cadastrados – cerca de 5.500 – possui o ensino médio completo, enquanto quase 3.000 não completaram o ensino fundamental. Aqueles que frequentaram o ensino superior representam menos de 2.000 dos ambulantes que irão trabalhar no Carnaval 2019 – Secom.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here